Como as Baleias Amamentam seus Filhotes no Fundo do Mar

Autora: Natália Vagmaker- Projeto Amigos da Jubarte


Você sabe como as baleias amamentam seus filhotes? Sempre nos deparamos com essa frequente pergunta, se a baleia é um mamífero, onde estão suas glândulas mamárias?! Descubra tudo agora sobre esse curioso assunto!


Como ocorre a amamentação das baleias?


Ao amamentar, a baleia fica em estado de repouso e sempre perto da superfície, facilitando a respiração do filhote, uma vez que, os filhotes possuem limitações fisiológicas, visto que seu tempo de mergulho é inferior ao dos adultos. Um fato interessante é que mesmo sendo um mamífero, a anatomia das suas mamas são completamente diferentes, pois estão alocadas dentro de fendas para melhorar sua hidrodinâmica; suas glândulas mamárias se estendem desde a cabeça até o ânus para que consiga produzir grandes quantidades de leite, estando os mamilos localizados entre o centro da barriga e a cauda. Os filhotes ao sentirem necessidade de mamar tocam suavemente sua mãe, e mantendo-se próximo a ela, dobram sua língua em forma de U para canalizar o leite, em seguida, através de contrações do abdômen a mãe jorra este leite que possui grande concentração de gordura (cerca de 40%), o que impede que o mesmo se misture com a água do mar. Todo este processo dura cerca de um minuto, porém os filhotes chegam a serem amamentados de 2 a 3 vezes por hora, inclusive à noite.


Clique aqui e veja vídeo de baleia-jubarte amamentando seu filhote.

Ilustração do processo de amamentação da baleia-jubarte / Arte: Alex Kruger


Baleia Jubarte


A baleia-jubarte possui uma gestação que dura de 11 a 12 meses, gerando um único filhote que nasce medindo de 4,5 a 5 metros de comprimento, sendo o cuidado parental exercido somente pela mãe. Na busca por proteção para seus filhotes as baleias-jubarte preferencialmente procuram se deslocar para locais com águas mais rasas e calmas, minimizando o risco de predação, diminuindo o gasto energético e até mesmo para evitar o molestamento por machos sexualmente ativos (Smultea, 1994). Os filhotes em seus primeiros meses de vida possuem um estreito contato com a mãe através da amamentação, e o sucesso nesta relação junto ao desenvolvimento comportamental e motor é de fundamental importância para a sobrevivência do filhote, inclusive na sua migração para as áreas de alimentação.


Foto de uma baleia-jubarte mãe com seu filhote / Foto: Leonardo Merçon


Curiosidades


Você sabia que o bebê de baleia-azul, nasce com cerca de 2,5 toneladas e, após apenas sete ou oito meses mamando, já atinge um peso de 23 toneladas?! Quando adultos, podem chegar até 37 metros, sendo os maiores animais que existem na terra atualmente.


Impressionante não é mesmo?!


Quer continuar conhecendo mais sobre estes animais incríveis? Então segue a gente no Instagram @amigosdajubarte




--

Para aqueles que tem interesse em ver as baleias em Vitória - Espírito Santo em 2021, é só entrar no site do Projeto Amigos da Jubarte pelo link: www.queroverbaleia.com


Os Projetos Amigos da Jubarte, Jubarte.Lab e Golfinhos do Brasil são de realização do Instituto O Canal e Instituto Últimos Refúgios, em parceria com a Vale e o apoio nessa atividade da Universidade Federal do Espírito Santo (UFES) e Lar Mar.