Espírito Santo: Um Lugar Cheio de Biodiversidade Marinha

Além das baleias-jubarte, veja também o que pode ser avistado durante as saídas de observação!

 

O litoral capixaba possui uma grande variedade de fauna e flora marinha. Localizado na região Sudeste do Brasil, o Espírito Santo é banhado, de Norte a Sul, pelas águas do Oceano Atlântico e, tanto nos céus quanto na água, é possível observar uma grande variedade de espécies de peixes, cetáceos, aves, répteis entre outros animais que convivem diretamente com o mar, tornando o ambiente um verdadeiro tesouro e refúgio natural que precisa ser conhecido e preservado.

 

Mas você sabe o que há de verdade nesse habitat? Muito além das baleias-jubarte, ele está repleto de vida! E para mostrar toda essa biodiversidade, o Projeto Amigos da Jubarte preparou um conteúdo educativo exclusivo para divulgar as maravilhas do litoral do Espírito Santo.


Você pode baixar o PDF clicando AQUI.

 

Primeiro, vamos falar sobre os cetáceos, uma infraordem predominantemente de animais marinhos e pertencentes a classe dos mamíferos. Entre eles está a anfitriã dos passeios de observação, a Baleia-jubarte (Megaptera novaeangliae), classificada como misticetos, uma subordem dos cetáceos conhecida por haver barbatanas na boca, que filtram o alimento da água, ao invés de dentes. Em seguida, há os golfinhos, que são classificados como odontocetos, ou seja, diferentemente das baleias misticetos, possuem dentes na boca além de um único orifício nasal aparente. Dentre os golfinhos que podem ser avistados durante as saídas, se destacam o Golfinho-nariz-de-garrafa (Tursiops truncatus), o Golfinho-de-dentes-rugosos (Steno bredanensis) e o Boto-cinza (Sotalia guianensis).

 

 

 

 

 

Já em relação à classe dos répteis, destacamos as tartarugas marinhas que, a cada ano, devido aos esforços de conservação realizado por muitas pessoas e projetos, vem aumentando o seu número de indivíduos. O Espírito Santo é um local de desova e moradia de algumas espécies de tartarugas, dentre as principais espécies que pode ser observada nas águas capixabas, estão a Tartaruga-verde (Chelonia mydas), a Tartaruga-cabeçuda (Caretta caretta) e a Tartaruga-de-couro (Dermochelys coriacea). 

 

 

 

Muitas são as espécies de peixes que também podem ser avistados durante as saídas de observação. Uma espécie de peixe, que chama bastante atenção dos turistas durante as saídas, são os peixes-voadores que saltam da para fora da água e, por um período, pairam no ar como se estivessem realmente voando. É um verdadeiro show observar a destreza deste animal que possui um comportamento aéreo mesmo sendo natural da água.

 

 

 

E, falando sobre os animais que possuem comportamento aéreo, é hora de falar sobre aqueles que dominam, de fato, esse ambiente, as aves marinhas. O Espírito Santo possui muitas espécies diferentes de aves marinhas que são divididas entre as costeiras, que vivem mais próximas à costa, e as pelágicas, que vivem distantes da costa. Ambas estão ligadas diretamente ao mar, tendo esse como o seu principal fornecedor de alimento.

 

As principais aves costeiras que podem ser observadas durante as saídas são: Piru-piru (Haematopus palliatus); Maçarico-de-sobre-branco (Calidris fuscicollis); Maçarico-branco (Calidris alba); Maçarico-pintado (Actitis macularia); Maçarico-de-bico-torto (Numenius hudsonicus); Batuíra-de-bando (Charadrius semipalmatus); Vira-pedras (Arenaria interpres); Águia-pescadora (Pandion haliaetus); Garça-azul (Egretta caerulea); Garça-branca-pequena (Egretta caerulea); Garça-branca-grande (Ardea alba); Gaivotão (Larus dominicanus); Trinta-réis-boreal (Sterna hirundo); Trinta-réis-de-bando (Thalasseus acuflavidus); Trinta-réis-de-bico-vermelho (Sterna hirundinacea); Trinta-réis-real (Thalasseus maximus).

 

Já as aves pelágicas, se destacam as: Tesourão (Fregata magnificens); Alma-de-mestre (Oceanites oceanicus); Bobo-pequeno (Puffinus puffinus); Mandrião-pomarino (Stercorarius pomarinus); Albatroz-de-nariz-amarelo (Thalassarche chlororhynchos); Mandrião-do-sul (Stercorarius maccormicki).


 

 

 

 

 

Após ver essa quantidade de espécies, temos certeza de que você irá se interessar em fazer o passeio de observação de baleias. Para facilitar isso, o Projeto Amigos da Jubarte desenvolveu, em 2017, o portal turístico queroverbaleia.com, onde é possível fazer o agendamento dos passeios de turismo, para que os interessados tenham contato diretamente com as agências capacitadas parceiras do projeto, além de ficar por dentro de todas as atividades que desenvolvemos.

 

 

O Projeto Amigos da Jubarte nasceu com a proposta de divulgar, pesquisar e tornar viável a atividade turística de observação de baleias-jubarte no Espírito Santo. Acreditamos que divulgando a grande variedade de espécies que habitam esse local, ele será mais valorizado e, consequentemente, mais preservado, pois só se preserva aquilo que se conhece. 

 

Porém, para que mais pessoas saibam sobre as riquezas que existem neste ambiente, o projeto precisa de sua contribuição na divulgação dos nossos materiais didáticos. Dessa forma, faremos uma corrente do bem em prol da conservação marinha, que, mais do que nunca, precisa de ajuda!

 

 

Baixe o material divulgado nessa matéria clicando AQUI e compartilhe ela com seus amigos e parentes!

--

Para aqueles que tem interesse em ver as baleias em Vitória - Espírito Santo, é só entrar no site do Projeto Amigos da Jubarte pelo link: www.queroverbaleia.com

 

 

 

Os Projetos Amigos da Jubarte, Jubarte.Lab e Golfinhos do Brasil são de realização do Instituto O Canal e Instituto Últimos Refúgios, em parceria com a Vale e o apoio nessa atividade da Universidade Federal do Espírito Santo (UFES) e Lar Mar

 

 

  

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Receba nossas atualizações por e-mail!

INFORMAÇÕES SOBRE PASSEIOS
DE OBSERVAÇÃO DE BALEIAS EM VITÓRIA, ES:
027 999 800 413
027 992 473 882
027 992 977 851
 
INFORMAÇÕES ESPECÍFICAS SOBRE
O PROJETO AMIGOS DA JUBARTE:
027 999 864 177
 
E-MAIL:
contato@amigosdajubarte.com.br