Receba nossas atualizações por e-mail!

INFORMAÇÕES SOBRE PASSEIOS
DE OBSERVAÇÃO DE BALEIAS EM VITÓRIA, ES:
027 999 800 413
027 992 473 882
027 992 977 851
 
INFORMAÇÕES ESPECÍFICAS SOBRE
O PROJETO AMIGOS DA JUBARTE:
027 999 864 177
 
E-MAIL:
amigosdajubarte@gmail.com

As baleias-jubarte estão novamente em casa! Temporada 2018

E, com isso, o Projeto Amigos da Jubarte inicia as pesquisas da temporada de 2018. No dia 01 de junho, foi possível avistar e registrar a nossa primeira jubarte em águas capixabas deste ano.

 

 

 

No dia 31 de maio, o parceiro Rafael Braga avistou duas baleia-jubarte (Megaptera novaeangliae) e um grupo de cerca de doze golfinhos-nariz-de-garrafa (Tursiops truncatus). Os golfinhos acompanharam a embarcação e deram um show de saltos e manobras. 

No dia seguinte Rafael entrou em contato com a nossa equipe, para que pudéssemos acompanhá-lo na procura das grandonas e realizarmos os nossos primeiros registros.

 

No finalzinho da expedição conseguimos encontrar uma única baleia. Ela não se exibiu muito para nós, por isso não tivemos grandes chances para registrá-la, mas ainda assim, foi possível captar cenas bem legais, inclusive do alto, com o uso de drone.

 

A chegada das baleias neste período já era esperada. Ainda assim, é sempre uma grande emoção recebe-las! As donas da casa estão, agora, voltando do seu período de férias pela Antártida. Nesses primeiros dias, é possível perceber a timidez das gigantes, mas elas já estão se aquecendo.

 

 

O que vem por aí:

 

Lembrando que elas têm os mares do Espírito Santo e Bahia como berçário e área de reprodução. Ficam por aqui de junho a novembro. O Projeto Amigos da Jubarte recomenda saídas a partir da segunda semana de junho. Assim, as chances de ver as grandonas dando show de acrobacias é bem maior. Esse show pode, inclusive, ser feito com várias delas, até mesmo acompanhada dos filhotes.

 

 A expectativa para essa nova temporada é de que nossos mares sejam uma festa das baleias. Nós vamos estar no mar para registrar todos os "passos", tanto para a pesquisa cientifica, quanto para divulgação turística.

No ano passado tivemos a honra de ver muitas baleias por aqui e, neste ano, esperamos encontrar ainda mais, já que a população de jubartes está crescendo.

 

Nas palavras de Rafael Braga, @vidadeilha:

 

“Já faz um tempo que a saudade de ir para o mar e encontrar com essas dóceis gigantes estava difícil de aguentar. Desde o início de maio começamos a sair a procura das primeiras a chegarem, para podermos quantificar, com mais precisão, o início da temporada. Além disso, queríamos novamente bater palmas e dar gritos de incentivos espontâneos para esses cetáceos que habitam nossa costa por aproximadamente 6 meses do ano.

 

Foi então que, na saída do dia 31 de maio, chegamos a navegar 20 milhas para fora da costa sem o menor sinal delas. Aguardamos por aproximadamente 40 minutos em alto mar, até que comecei a voltar bem devagar, para ver se encontrava algum sinal. 

 

Quem está sempre no mar sabe como os nossos olhos pregam peças, ainda mais quando o desejo de ver algo é grande. Toda hora pensávamos ter visto um borrifo ou um splash. Infelizmente, eram alarmes falsos.

 

Mesmo com o desanimo, uma dessas ‘miragens’ me deixou muito intrigado. ‘Não posso estar enganado’ eu pensava. Comecei a voltar para terra na direção desse suposto sinal de baleia. O que me desanimava é que por muitas milhas, navegando em busca da origem daquela suspeita, nada mais aparecia. Eu estava chegando mais perto da terra, onde no início da temporada as chances de encontrar uma baleia é menor. Foi quando, depois de muita expectativa, veio a confirmação!

 

Dois borrifos na nossa proa! Meu Deus, que festa que foi a bordo. Quanta alegria! Estávamos distantes do ponto onde a vimos, mas saber que elas estão de volta, que a porteira está aberta, bastou. Foi incrível. Foi como quando um familiar, que viajou e ficou muito, mas muito tempo fora, volta para casa e você o encontra no aeroporto.

 

 

ELAS ESTÃO EM CASA!

 

 

Chegando mais perto, tivemos mais uma surpresa. Um grupo de Golfinhos Nariz de Garrafa nadava escoltando as baleias. Eram aproximadamente 12 golfinhos que deram um show à parte.

Todo esforço valeu a pena e tenho a honra de anunciar que: está aberta a temporada de baleias Jubarte no Espírito Santo!”

 

 

O Projeto Amigos da Jubarte e seus parceiros buscam fomentar a observação de baleias no estado como instrumento de conservação, educação ambiental e desenvolvimento econômico sustentável para toda região.

 

Para saber mais sobre o projeto AMIGOS DA JUBARTE, além de saber como ver as baleias capixabas, acesse: www.queroverbaleia.com ou www.amigosdajubarte.com.br

 

* O projeto Amigos da Jubarte é uma realização do Instituto O Canal, com co-realização do Instituto Últimos Refúgios, Instituto Baleia Jubarte (Projeto Baleia Jubarte) e Instituto Ecomaris, com apoio da Vale e Universidade Federal do Espírito Santo. Além de prever ações de caráter educacionais, científicos e culturais, a iniciativa aposta num novo panorama turístico, pautado no desenvolvimento sustentável, fomentando a indústria limpa e servindo principalmente de vetor para a sensibilização ambiental.

 

#amigosdajubarte #baleia #jubarte #baleiajubarte #humpback #whale #vitoria #espiritosanto #cetaceos #mamifero #mammal #oceano #ocean #observacaodebaleia #amores

 

 

 

 


 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload